Marcos e Monumentos

Estátua de Bento de Abreu Sampaio Vidal 
Bento de Abreu Sampaio Vidal, pelo muito que fez pelo progresso de Marilia, recebe esta justa homenagem. A estátua de bento de Abreu Sampaio Vidal encontra-se no jardim do Paço Municipal , hoje na Av. Sampaio Vidal , que também recebe o seu nome.


Herma de Bento de Abreu Sampaio Vidal 

 

Bento de abreu doou vários terrenos para nossa cidade e um deles foi a Santa Casa de Misericórdia. Este monumento está localizado na Av. Vicente Ferreira em frente a Santa Casa de misericórdia.


Placa em homenagem a colônia Japonesa – Cinqüentenário da imigração japonesa. 

 

A região de Marilia na década de 30 foi a que mais recebeu imigrantes japoneses , era enorme a influencia da colônia japonesa no progresso mariliense . Em retribuição são vários os monumentos a eles oferecidos , localizados no Jardim do paço Municipal na Av. Sampaio Vidal.


Monumento da imigração japonesa 

 

Monumento ao cinqüentenário da imigração japonesa representa a valiosa contribuição ao progresso e engrandecimento destas terras . O monumento se encontra nos jardins do Paço Municipal na Av. Sampaio Vidal.

 

Monumento Praça Higashi-Hiroshima 
Monumento Praça Higashi-Hiroshima está localizado na esquina da Av. das Esmeraldas e Vicente Ferreira. Este monumento de granito é uma homenagem da coletividade Nipo Brasileira de Marília.

Monumento ao Expedicionário Brasileiro 
Monumento ao Expedicionário marca as batalhas travadas com as forças alemãs , onde os pracinhas marilienses mostraram sua força e patriotismo. Este monumento está localizado na Praça saturnino de Brito.

Monumento do Lions Clube 
A cidade de Marília fez erigir um monumento para homenagear a sua participação no panorama cultural e beneficente da cidade.
Associação Lions Clube de Marília foi instalada nesta cidade em 15 de junho de 1958. O monumento se encontra na Praça saturnino de Brito.

Monumento aos Heróis de Laguna 
Monumento aos “heróis de Laguna” foi erigido para lembrar o centenário brasileiro do episódio transcorrido durante a Guerra do Paraguai. Este monumento encontra-se na Praça Saturnino de Brito , na Av. Sampaio Vidal, quase a esquina da Av. Rio Branco.

Monumento a Maçonaria 
Monumento homenageia a Maçonaria , instituição que busca como objetivo principal a fraternidade e filantropia O monumento encontra-se defronte a Biblioteca Municipal na Av. Sampaio Vidal.

Monumento a Zamenhof 
Este monumento foi erigido em homenagem ao criador do esperanto Dr. Lázaro Luiz Zamenhof. O Esperanto busca fraternidade entre os homens , que as diversas línguas não estabelecem pela discriminação que estabelecem quando dois indivíduos se encontram e não se entendem linguisticamente. O monumento encontra-se defronte a Biblioteca Municipal, na Avenida Sampaio Vidal.

Estátua do Comendador Christiano Altenfelder 
Marília prestou esta homenagem a uma das pessoas mais merecedoras de sua história. O Comendador Christiano Altenfelder após o falecimento de seu sogro Bento de abreu , assumiu as várias obras que deram início ao desenvolvimento de Marília como a Santa Casa, Maternidade Maria Isabel, Hospital Infantil e várias outras obras culturais e filantrópicas.

Monumento à Bíblia 
Monumento á Bíblia foi construído em três partes, uma base sustentáculo em sentido vertical representando duas folhas de porta , com os algarismos de 1 a 10 em caracteres romanos, lembrando os Dez mandamentos e, na parte superior, um livro aberto. Este monumento foi idealizado pelo Sr. Joaquim Ferraz de Oliveira , membro da Igreja Metodista de Marília. O monumento se encontra na Av. Sampaio Vidal, em frente ao espaço Cultural.

Herma do Monsenhor Luiz Octávio Bicudo de Almeida 
Monsenhor Bicudo de Almeida foi homenageado por tudo que fez e ensinou a mocidade procurando fazer o bem ao próximo,. Na sua missão de sacerdote, consolou as almas e deu a mão aos aflitos. Bicudo de Almeida, natural de Itu, impulsionou várias obras beneficentes , obras estas que trouxeram o desenvolvimento para Marilia.
Monumento a Monsenhor encontra-se no pátio da Escola que leva seu nome EEPSG Monsenhor Bicudo na Av. Rio Branco.

Monumento a Nelson Spielmann 
Monumento a Nelson Spielman foi erguido pela população de Marilia , em homenagem a um dos três voluntários marilienses da revolução Constitucionalista de 1932, morto em combate. O monumento, traz um capacete de aço, réplica do que foi utilizado pelos voluntários Nelson e seu irmão, que foram elementos influentes na sociedade de Marília.
Assim , logo que foi deflagrado o Movimento Constitucionalista eles ingressaram no Batalhão de Marília defendendo e mostrando o seu amor pela pátria. O monumento se encontra na Praça Maria Isabel em frente a Avenida que leva seu nome.

Monumento ao Rotary Clube de Marília 
Rotary Clube de Marilia em homenagem ao aniversário da cidade, transcorrido em 1967, ergueu um monumento em granito, branco com a roda dentada que é sua marca. O Clube iniciou suas atividades em Marilia em 27 de Julho de 1949 e se impôs na sociedade mariliense , pelo grande trabalho assistencial que realizou em apoio das entidades assistenciais da cidade e em incentivo junto a edilidade .Está localizado na Praça da Bandeira ao lado da Biblioteca Pública Municipal.

Monumento em homenagem a Monteiro Lobato 
No mesmo nível do chão, entre folhagens difícil de ser enxergado, logo a entrada, do Parque infantil Monteiro Lobato, encontra-se o marco em homenagem aquele escritor brasileiro, considerado o maior autor de histórias para crianças. O monumento se encontra entre as ruas Goiás e Bahia.

Monumento a Dermânio Silva Lima 
Dermânio Lima foi um grande esportista mariliense . Dedicava-se ao pedestrianismo , no qual se notabilizou , tornando-se campeão Sul-americano de 300 metros, repetindo suas vitórias no Chile, Argentina e ainda na corrida de São Silvestre em São Paulo . O monumento a Dermânio de Lima encontra-se na confluência da Av. República com a rua Limeira , na Av. Vicente .

Herma de Rangel Pietraróia 
Marília através de sua municipalidade prestou uma justa homenagem ao prestante cidadão Rangel Pietraróia pelos relevantes serviços a coletividade mariliense , não só na sua atuação na indústria Zillo, como principalmente no exercício da vereança à Camara Municipal . Como prova de apreço que mereceu, ela deu seu nome ao Bosque Municipal que fica a Av. Brigadeiro Eduardo Gome. Também em sua homenagem, a Camara Municipal de Marilia deu seu nome à Biblioteca do legislativo.

Monumento “Aos Pioneiros” (Funerário) 
A colônia japonesa de Marília , através da Associação cultural e esportiva Nikkey de Marília, erigiu um monumento em homenagem aos pioneiros marilienses. O monumento encontra-se no cemitério da Saudade, à Av. Saudade.

Monumento aos Pioneiros 
Monumento aos Pioneiros representam em tamanho natural, um casal de lavradores, ele com a mão em pala , vislumbrando o horizonte mariliense , com um filho agarrado a sua perna e ela carregando ao colo, outro filho pequenino . A obra é assinada pelo escultor Luiz Morrone. Os pioneiros rasgaram as matas virgens , abriram clareiras e criaram searas. O monumento está localizado ao lado do cemitério da Saudade tendo ao fundo a estrada de rodagens do contorno.

Marco com símbolo da Casa de Portugal 
A praça de Portugal foi uma homenagem prestada aos portugueses que nos anos 30 ajudaram a desenvolver a cidade de Marilia. A maioria que aqui chegou , radicou suas famílias e aplicou aqui seus investimentos. Os que chegaram adotaram Marília como um segundo berço.
A praça fica na confluência das ruas Maranhão e Amazonas.

Praça Manoel Sad 
A praça serve de interligação das Ruas Maranhão e Amazonas
Inaugurada em 03 de abril de 1998, o Busto de Manoel Sad está colocado sob a paineira na Rua Maranhão .
Esta homenagem a Manoel Sad foi em reconhecimento aos 50 anos de dedicação em prol de seus semelhantes . Entre outras obras sociais, dedicou 50 anos de sua vida ensinando o evangelho, lembrando a todos da prática da caridade.

Praça Saturnino de Brito 
Segundo TANURI (2000),”em 1930 a Praça não passava de um descampado que abrigava feirantes que trabalhavam as quintas e domingos”.
Com a revolução de 1932, a praça se tornou abrigo de soldados que possuíam ideais Constitucionalista, passando mais tarde a se chamar “Praça Saturnino de Brito” , em homenagem a um de nossos heróis.
Com o passar do tempo, foram surgindo casas residenciais e comerciais ao redor da praça a e as pessoas passaram a freqüentar mais este espaço.
A Praça ganha um coreto e a Banda do maestro Galati que enchia o local de melodias. Atualmente, a praça não mais possui o coreto , recebeu tratamento paisagístico e serve de local para manifestantes, pastores, políticos e muitas outras pessoas que circulam entre as avenidas e a cercam.

Praça da Bandeira 
Localizada na região central da cidade, defronte ao prédio da prefeitura Municipal a praça da Bandeira, em outros tempos se caracterizava por seus jardins baixos, com bancos compridos de cimento que lhe serviam de moldura e comodidade para os que a visitavam.
Com o passar do tempo, os jardins foram sendo substituídos por calçamentos e a Praça passou por várias mudanças em seu formato.
Atualmente a praça foi inteira restaurada com belos jardins iluminados, para garantir a segurança, e um chafariz foi colocado ao lado da avenida Rio Branco.

Fonte: Registros Históricos da Câmara Municipal de Marília

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s