Harald Chocolates, mega indústria do setor, vai se instalar em Marília

A empresa é líder na produção de chocolate industrial mantendo a tradição da família Neugebauer e exportando para quase 50 países

A instalação da Harald Chocolates e Coberturas em Marília, começa a se concretizar nesta terça-feira, 30, quando o prefeito Vinicius Camarinha irá repassar uma área de 50 mil metros quadrados, no distrito de Lácio.  A solenidade está marcada para às 10h00, no Estoril Hotel, com a presença do presidente Ernesto Neugebauer e do presidente da Fuji Oil- América do Sul, Shuichi Yamaguchi.  “Trata-se de uma grande conquista para Marília visando o fortalecimento da economia e geração de empregos, com reflexo social imediato. A Harald é uma potência mundial na produção de alimentos, líder do mercado de chocolate industrial. Inicialmente vai gerar 200 empregos diretos. A planta inicial do prédio é de 18 mil metros quadrados e com previsão de ampliação. Depois da RCG, fabricante de lâmpadas leds, conquistamos mais essa grande indústria para Marília, num momento muito complicado da economia brasileira. É o atestado na prática da nova fase de Marília. A credibilidade administrativa está gerando confiança no empresariado para atrair investimentos, graças aos incentivos oferecidos pelo governo municipal”, comentou o prefeito Vinicius.

Com uma produção de mais de 90 mil toneladas/ ano, a Harald é líder em coberturas e segunda empresa de chocolates do mercado B2B (denominação do comércio entre empresas), atuando ainda em vários segmentos com expressiva participação de mercado. Composta por um quadro de mais de 600 colaboradores, exporta para mais de 30 países (Estados Unidos, América Latina, México e diversos países do Oriente Médio), sendo ainda um dos principais fornecedores de chocolate para conceituadas empresas de alimentos do Brasil e do mundo.

Recentemente, a processadora de óleos Fuji Oil, do Japão, fechou acordo para adquirir o controle da empresa. Segundo a grande imprensa mundial, a Fuji investiu cerca de R$ 640 milhões por 83% do capital da empresa. A empresa japonesa já atuava no mercado brasileiro na área de óleos e gorduras comestíveis. Com a Harald, expande sua presença para o segmento de chocolates, no qual já opera em outros países. “A Harald mantém a tradição na produção de chocolates da família Neugebauer com a força do capital japonês. É uma grande conquista industrial do prefeito Vinicius Camarinha para Marília. Em pouco tempo, a cidade vai sentir o benefício dessa potência industrial”, destacou Cássio Luiz Pinto Júnior, secretário do Desenvolvimento Econômico.

Família Neugebauer tem tradição centenária na fabricação de chocolates

Fundada em Porto Alegre no início dos anos 80 por Ernesto Harald Neugebauer, a Harald produz mais de 90 mil toneladas por ano.

Soluções criativas para a produção de alimentos. Do puro chocolate a confeitos que fazem o diferencial e agregam valor ao produto. Com uma filosofia de sempre fazer o melhor, a Harald conquistou o mercado interno e externo devido a sua linha completa capaz de atender a vários segmentos: industrial, panificação, confeitaria, food service, artesanal e agora com a mais nova linha dedicada a atender o consumidor final.

Com mais de 100 anos de atuação na área de chocolates e estando no mercado desde 1982, a Harald é uma empresa de soluções em ingredientes e alimentos que sempre se destacou pela qualidade de seus produtos.

Tudo começou com a fundação da empresa em Porto Alegre por Ernesto Harald Neugebauer, da tradicional família Neugebauer, pioneira e centenária na fabricação de chocolates no país.

Em 1991 ocorreu à inauguração da fábrica no estado de São Paulo e em 1994, a transferência definitiva da fábrica de Porto Alegre para a nova unidade, localizada em Santana do Parnaíba. A de Marília será uma nova unidade.

A Neugebauer é a mais antiga fábrica de chocolates do Brasil, fundada pelos irmãos imigrantes alemães Franz, Ernest e Max Neugebauer, e o sócio Fritz Gerhardt, em setembro de 1891. Quando o técnico confeiteiro alemão Franz Neugebauer chegou a Porto Alegre, em 1887, conversou com as autoridades municipais e percebeu o interesse que tinham na implantação de novas indústrias. Ele passou então a desenvolver planos para fabricar produtos alimentícios.

Em 1981, a empresa gaúcha foi vendida para o grupo Fenícia. A tradição de fabricar chocolates poderia ter terminado ali, não fosse a decisão de Ernesto Harald Neugebauer, neto dos pioneiros, de criar, em sociedade com os filhos Ernesto e Werner, a Harald, fabricante de chocolate para o mercado industrial. “O chocolate está no nosso sangue”, comentou Ernesto que estará em Marília nesta terça-feira (30).

Assessoria de Imprensa

Fotos: Wilson Ruiz / Divulgação

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s