Em um mês, Marília conquista 173 novas empresas

Apesar da desaceleração econômica do país, Marília supera a crise e já obteve neste ano mais de R$ 26 milhões em investimentos por parte dos empresários

 

Cássio Luis Pinto Junior (Secretário Municipal do Desenvolvimento Econômico e Turismo)

Cássio Luis Pinto Junior (Secretário Municipal do Desenvolvimento Econômico e Turismo)

Marília superou, no mês de agosto, a média mensal de abertura de empresas. De acordo com balanço divulgado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SDET), foram instaladas 173 novas empresas, contra uma média de 150/mês. “Apesar de alguns economistas frisarem que o país está em recessão técnica, a nossa cidade está no caminho inverso e vem conquistando mais renda e empregos”, comemorou o secretário Cássio Pinto Luiz Júnior.

Desse total, segundo dados do Centro de Pesquisa e Informação da SDET, 104 são MEIs (Microempreendedores Individuais) e o restante (69 empresas) representam as outras empresas de diversas naturezas jurídicas (Eireli, sociedade limitada, entre outras).

“Somente estas 69 empresas injetaram na nossa economia local um capital social de R$ 2.015.300,00. Em relação às MEIs não temos a mensuração porque os registros são feitos diretamente no portal do empreendedor. Entretanto, no acumulado do ano, mais de 1.500 empresas foram abertas na cidade e investiram um montante superior a R$ 26 milhões”, acrescenta o secretário.

 

Qualidade de vida

Em relação à divisão geográfica, as 173 novas empresas se instalaram nas seguintes regiões da cidade: 30% na área central; 28% na zona Norte; 18% na zona Sul; 14% na Oeste e 10% na zona Leste.

“Ainda tivemos a abertura de três empresas nos Distritos de Avencas, Amadeu Amaral e Lácio. Os empresários têm enfatizado que, além do seu enorme potencial econômico e da sua excelente localização geográfica, Marília possui também um bom número de profissionais qualificados e apresenta uma ótima qualidade de vida. Dessa forma, os trabalhadores são mais eficientes, felizes e produtivos”, comenta Cássio Pinto Júnior.

De acordo com o secretário, “outro fator interessante é que 104 pessoas tomaram a importante decisão de sair da informalidade – as chamadas empresas de ‘fundo de quintal’ – para abrir as portas formalmente e passam a partir de agora a constar das estatísticas do município e do país”.

 

Diálogo com os empresários – Outra iniciativa da Secretaria, que tem incentivado a grande procura da classe empresarial pelo município, são as reuniões com lideranças do setor e com novos investidores.

“Por determinação do prefeito Vinicius, desde o início da nossa administração, nós temos promovido vários encontros com o setor industrial. Recentemente, estivemos com os representantes regionais da CIESP/FIESP. Foi um fato inédito a presença do chefe do executivo neste encontro. Quem ganha com esta aproximação entre o poder público municipal e o setor industrial é a cidade”, ressalta Cássio Júnior.

 Assessoria de Imprensa

Foto: Wilson Ruiz

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s